Respeite a arte! Ao reproduzir em outros lugares a obra de algum artista, cite o autor. Todas as poesias aqui presentes foram escritas por Mao Punk.

Visite também meu blog de textos: RESQUÍCIOS DEPRESSIVOS, SUJOS E NOJENTOS .
Textos que expõem a fragilidade e indecência humanas de forma irônica, metafórica e sem embelezamentos.

terça-feira, 6 de abril de 2010

O VERBO DE KIMBERLY

Se então olhasse em teus olhos
Encontrar-me-ia em descanso,
Em leito de brilho tão manso
Qual aconchego d'um colo.

Teu verbo, afago e acalanto,
Sabor de meus novos ventos,
Beijou-me em doce momento,
Fez d'ouro o cair de meu pranto.

Ah! se olhasse em teus olhos
Modéstia seriam mil luzes
Brilhando em raios solares:

Meus olhos queimariam n'água,
Mil luzes não seriam nada
Diante do encontro de olhares.

2 comentários:

  1. Muito bom!! Adorei seu blog, visitarei mais vezes. =]

    ResponderExcluir
  2. Sem palavras Mao *-*
    Só confiança e vida...

    ResponderExcluir